CNH – Carteira Popular chega em Aquiraz

O DETRAN-CE, em parceria com o Governo Municipal de Aquiraz, por meio da Secretaria do Trabalho e Assistência Social, realizará nos dias 4 e 5 de setembro, os procedimentos de validação dos dados das pessoas interessadas a participar do programa Carteira de Motorista Popular.

O município foi contemplado com 500 vagas e só poderão participar dessa primeira etapa, somente pessoas de baixa renda que tiverem preenchido, pela internet, o formulário do pré-cadastro.

O atendimento será feito na Escola Profissionalizante Alda Façanha e os selecionados se submeterão a todas as fases do processo de obtenção da primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

O processo de validação significa a entrega da cópia dos documentos que comprovam os dados preenchidos na página do DETRAN (www.detran.ce.gov.br), que são os seguintes: CPF, Carteira de Identidade, endereço residencial e categoria escolhida, estudante da escola pública; beneficiário do Bolsa Família, se é egresso do sistema penitencial ou portador de necessidades especiais. O documento original tem de ser apresentado junto com a cópia para conferência.

O candidato saberá no mesmo momento se foi selecionado, caso os documentos apresentados comprovarem os dados dos critérios exigidos de quem pode se beneficiar com o programa Carteira de Motorista Popular. Ao ser selecionado, o candidato aguarda a convocação do DETRAN para iniciar o processo.

Para fazer o pré cadastro é necessário fazer o passo a passo, da seguinte forma: Detran> serviços > carteira macro regiões > habilitação > carteira de motorista popular.

Contato: 3195-2300

Mais informações click aqui

Outras informações:
Somente no local de atendimento
Local: Escola Profissionalizante Alda Façanha (Av. Nossa Senhora de Lourdes, sn, Centro – Aquiraz)

1 COMENTÁRIO

  1. Leia as informações no link que está dentro da matéria, e veja se você se enquadra dentro das situações estabelecidas pelo Programa. No link que diz “Mais informações click aqui” vai ter todas as informações necessárias.

Deixe uma resposta para Reginaldo Marinho Cancelar resposta