FESTIVAL VAIA CHEGA A SUA SEXTA EDIÇÃO REALIZANDO PROGRAMAÇÃO ARTÍSTICA NA CIDADE DE AQUIRAZ E NA PRAIA DO IGUAPE

Nesse ano de 2020, o Festival Vaia chega a sua sexta edição, agora focando na arte do Circo e da Palhaçaria. As atividades acontecerão na cidade de Aquiraz e na Praia do Iguape, entre os dias 31 de Janeiro a 02 de Fevereiro. O evento contará com programação cultural recheada de muita palhaçaria, com artistas vindos do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Alagoas e Ceará. A programação será toda gratuita!
Nos dias 31 de Janeiro e 01 de Fevereiro, a programação acontecerá na Praça Matriz da Praia do Iguape. O fechamento do evento acontecerá no Teatro Tapera das Artes, às 17h, com o espetáculo Cabaré Efêmero, de Ricardo Puccetti, do Lume Teatro/Campinas-SP, grande atração do evento.
O Festival Vaia é realizado pelo grupo artístico K’Os Coletivo e produção da Universidade das Artes. Apoio Cultural Governo Municipal de Aquiraz, através da Secretaria da Cultura.

Teaser K’Os Coletivo: https://www.youtube.com/watch?v=S1fQGBsPz2M&t=40s
Teaser Cabaré Efêmero: https://www.youtube.com/watch?v=U31-r-f2AFs

**Um pouco sobre o K’Os Coletivo:
O K’Os Coletivo iniciou seus trabalhos em 2006 e tem como principais linhas de pesquisas a palhaçaria, a comédia, a improvisação teatral e o teatro para bebês. Em seu repertório, os espetáculos Guerra de Cup&Cake, D. Menina, Circo do K’Os – Os Clássicos da Palhaçaria, Tripa de Elite, O Prisioneiro e As Velhacas. Já realizou apresentações em teatros/espaços/festivais diversos, tendo circulado pelos estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Bahia, Piauí, Paraíba e Ceará ao longo desses treze anos de existência. O grupo realiza desde 2011 os seguintes eventos: Festival Vaia (cinco edições) e Campeonato Cearense de Improvisação (cinco edições). Na área de formação, o K’Os Coletivo ministra Oficinas, Workshops e Vivências desde o ano de 2006.

PROGRAMAÇÃO DETALHADA FESTIVAL VAIA 2020

Dia 31 de janeiro, sexta, às 20h
Praça Matriz da Praia do Iguape

1.Nome do espetáculo: Circo do K’Os – Os Clássicos da Palhaçaria
Grupo: K’Os Coletivo/CE
Duração: 45 min
Classificação Etária: Livre
Release: O Circo do K’Os – Os Clássicos da Palhaçaria apresenta reprises clássicas com três palhaços que só se metem em enrascada. Pinguelão, Pipiu e Tramela aprontam uma atrás da outra. As cenas se desenrolam com muitas gags e números tradicionais do palhaço brasileiro.
Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=S1fQGBsPz2M&t=40s

2. Nome do Espetáculo: A Mulher Mais Forte do Mundo
Artista: Sâmia Bittencourt/CE
Duração: 20 minutos
Classificação Etária: Livre
Release: Interpretado por Sâmia Bittencourt “A mulher mais forte do mundo” é um espetáculo que rememora um dos clássicos apresentados no século XX nas tradicionais lonas circenses. De um modo cômico popular recria o show dos chamados super-humanos, super-homens, ou melhor, da super-mulher. Sâmia dá vida à palhaça Pirrita, que anuncia ao público A mulher mais forte do mundo. E quem dá vida a essa mulher é a própria Pirrita. Uma farsa cômica com a virtuose da força acrobática.

3. Nome do espetáculo: Seu Faltoso Vem Aí!
Artista: Pablo Bailoni/SP
Duração: 15 minutos
Classificação Etária: Livre
Release: Pensado e desenvolvido nas ruas e semáforos da cidade, o artista Pablo Bailoni se utiliza da comicidade física, técnicas de manipulação de objetos, cores e magia, no espetáculo circense “Seu Faltoso Vem Aí”. Ele apita e não duvida na partida, talvez por isso vez e outra se trumbica. É que Seu Faltoso sempre desejou uma triunfosa carreira como árbitro profissional, mas não obteve sucesso e passou a fazer dos espaços comuns seu grande campo de jogo. Acreditando-se juiz de tudo e de todos. O espetáculo evidencia o ridículo através das relações de poder pré-estabelecidas no jogo, provocando o riso e o encantamento no público. É que, o maior prazer de Seu Faltoso é observar os mínimos deslizes dos jogadores na ânsia de exibir seus ilustres cartões, sem deixar de fazer jus ao seu nome, é claro!

Dia 01 de FEVEREIRO, sábado, às 20h
Praça Matriz da Praia do Iguape

1. Nome do Trabalho: Há Vagas
Artista: Daniel Noronha/CE
Duração: 15 minutos
Classificação Etária: Livre
Release: ‘Há Vagas’ apresenta uma paródia de entrevista de emprego, explorando fatos cotidianos de muitas pessoas que buscam todos os dias um trabalho formal.

2. Nome do Trabalho: Como Nasce Um Palhaço?
Artista: Angélica Santiago/CE
Duração: 12 minutos
Classificação Etária: Livre
Release: “O Palhaço nasce da coragem de ser Vulnerável ” Assim começa a jornada de uma mulher em busca de sua Palhaça. Ela tem apenas um baú e todas as incertezas desse encontro. É sobre desnudar-se, descobrir-se. Um Número que emociona e faz rir. Um olhar além do óbvio, além do próprio nariz.

3. Nome do trabalho: Palhaço Nores – Esquete do Mágico
Grupo: Grupo Clowns de Quinta/AL
Duração: 10 min
Classificação Etária: Livre
Release: Nores agora é mágico, ou pelo menos tenta, fez estágio na escola de mágico mais famosa da cidade, o Circo do Pirulito que acabou e ficou só o palito. Essa é umas das cenas do Espetáculo “Para Magnólia”
Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=YKfH772Thjw

4. Nome do Trabalho: El Fackir
Artista: Cia CLE/CE
Duração: 13 minutos
Classificação Etária: Livre
Release: O número “El Fackir”, de Pablo Bailoni e Sâmia Bittencourt, é um feito inspirado nas práticas do faquirismo e supostas magias clássicas, dando enfoque primordial a arte da palhaçaria.
Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=RkhYn-61hDQ

5. Nome do número: Mais Difícil
Artista: Mancha Rodrigues/CE
Duração: 15 minutos
Classificação Etária: Livre
Release: Hoje tem Espetáculo? Tem sim, senhor! Clóvis é um Palhaço cheio de habilidades, entre elas, o prato chinês e a corda bamba. Mas tudo isso se transforma numa grande confusão! O Público vai se encantar com as trapalhadas de um Palhaço, que descobre que sua maior habilidade é ser um grande trapalhão.
Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=WRS5ZITrYVQ&feature=youtu.be&fbclid=IwAR2lHWmjUJE6Hb2jWd8ilwWMYb5tOKgkOVHbztoioqyKGo1553IoQOQlV5c

6. Nome do número: O Banquinho
Artista: Luiza Carvalho/RJ
Duração: 06 minutos
Classificação Etária: Livre
Release: Dadá, exímia dançarina, interpreta uma conhecida canção francesa; durante sua performance, porém, algumas coisas não saem como o previsto, o que não a impede de mostrar todo o seu talento e sensualidade.
Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=2USctH_vYFE

Dia 02 de FEVEREIRO, domingo, às 17h
Teatro Tapera das Artes / Aquiraz-CE

1. Nome do espetáculo: Cabaré Efêmero
Artista: Ricardo Puccetti / LUME Teatro/SP
Duração: 60 min
Classificação Etária: 12 anos
Release: O palhaço, com seu corpo que brinca e sua mente ao avesso, é como uma panela cheia de pipocas. Seus impulsos vivos e pulsantes explodem para todos os lados e, junto com seus aliados – o público, ele dá forma a seu universo lúdico no aqui e agora.
Em um ambiente cheio de objetos, idéias e provocações, o palhaço Teotônio (Ricardo Puccetti) improvisa e se coloca em risco, trazendo a platéia para o seu mundo caótico e improvável. As dramaturgias vão se materializando a partir do encontro palhaço-objeto-público, sonorização e iluminação feitas no momento, e das relações e situações inusitadas que nascem desse diálogo.
Cabaré Efêmero é o ofício do palhaço radicalizado à sua potência máxima: o humano que brota do diálogo vida a vida, a comunhão do riso e do estar juntos como o território a ser buscado.
Estreou em 2016, e já se apresentou em diversas cidades do Brasil e no exterior na Espanha, Portugal, Escócia, Itália e Colômbia.

Sobre o LUME TEATRO:
Fundado em 1985, LUME Teatro se tornou uma referência mundial na pesquisa da arte do ator. O grupo já se apresentou em mais que 28 países, tendo atravessado quatro continentes, desenvolvendo parcerias especiais com mestres da cena artística mundial. Vencedor do Prêmio Shell 2013 em pesquisa continuada, o LUME possui repertório diversificado de teatro físico, espetáculos de palhaço, dança pessoal, além de intervenções de grande dimensão ao ar livre com a participação da comunidade. O grupo também mantém uma forte tradição de ensino, difundindo sua arte por meio de oficinas, demonstrações técnicas, intercâmbios de trabalho, trocas culturais, assessorias, reflexões teóricas, publicações, palestras e projetos itinerantes, que celebram o teatro como a arte do encontro. O LUME é um nucleo de pesquisa da Universidade Estadual de Campinas, Brasil.
Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=U31-r-f2AFs

Contatos para entrevistas:
Aldrey Rocha – (85) 99720.1363 / 99617.7028
Instagram: @festivalvaia / @kos.coletivo

DEIXE UMA RESPOSTA